Os caminhos para a inovação no setor público

Os caminhos para a inovação no setor público

As rápidas mudanças sociais, políticas e econômicas marcam o atual cenário mundial, provocando importantes transformações em vários âmbitos, levando os governos a enfrentar os mais variados e complexos problemas. Assim, ideias inovadoras são necessárias para dar resposta às demandas da sociedade e para a modernização da gestão pública.

Podem ser percebidas várias iniciativas que buscam promover a inovação no serviço público, registram-se inovações na gestão da informação, atendimento ao usuário/cidadão, simplificação e modernização dos processos, avaliação de desempenho e controle de resultados, gestão de recursos humanos, planejamento e desenvolvimento organizacional, entre outras ações que podem ser observadas em órgãos públicos de diferentes estados e municípios.

O Manual de Oslo (2006), que estabelece diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação nos países afiliados à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), alega que a inovação não só pode acontecer como também é importante para o setor público.

No setor público não há concorrência direta e, além disso, o Estado não pode deixar de existir, sob pena de se inviabilizar a vida em sociedade.

Entretanto, apesar de não existir competição de mercado, o Estado sofre uma pressão social pela prestação de diversos serviços públicos de qualidade, de forma a atender os diferentes grupos sociais. Dessa forma, esse ambiente externo de pressão social denota a necessidade constante de transformação e modernização do poder público.

O que se observa atualmente é que nas mais diversas áreas de atuação do poder público (saúde, educação, transportes, etc.) não existe sequer o atendimento mínimo dos anseios sociais, quanto à capacidade de atendimento e quanto à qualidade do serviço prestado. A realidade do serviço público brasileiro demonstra como a necessidade de adequação e transformação do poder público aos anseios da sociedade não é simples, pois esbarra no ambiente burocrático e complexo do Estado.

Para enfrentar essas dificuldades, inovar é preciso, especialmente no setor público. O estímulo à inovação passa por uma mudança de postura e cultura institucional. Para essa mudança é necessário o envolvimento do servidor público, de forma motivada, na criação e institucionalização desse ambiente inovador.

A plataforma cityopen é uma das ferramentas que as cidades podem se beneficiar para tornar o governo mais colaborativo, eficiente e inteligente.


Recommended Posts

Setembro 8, 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *